Dos meus dias

Viver consiste em construir recordações futuras. (Ernesto Sábato)


4 comentários

boas férias

Oficialmente as férias só começam amanhã, mas já sinto o “espírito da coisa”. Parto com a notícia de que, apesar de alguns percalços, os alunos de uma dada disciplina fazem um balanço global positivo, o que é muito gratificante. Dediquei muita energia em tornar algo que eles viam como irrelevante, e descabido no seu plano curricular, numa mais-valia para o seu futuro escolar e profissional.

Das férias tenho grandes expectativas, mas vou com algum nervoso. Estive muito hesitante se devia ir ou não, mas há oportunidades que dificilmente voltam a acontecer. Quando voltar vai ser de doidos, mas para já quero aproveitar o máximo todos o momentos. Amanhã, por esta hora, e se tudo correr bem, estarei a chegar à “cidade maravilhosa”, o início de uma aventura que espero muito boa.


2 comentários

mais um

O fim do ano lectivo aproxima-se a passos largos. Não tendo sido dos piores que já tive, o final tem sido muito, mas muito, complicado. Escrever uma tese de Doutoramento não é compatível com inovações na avaliação!!! Fica aqui o registo, para ver se não me esqueço quando em Setembro tiver de definir os métodos de avaliação das cadeiras que vou dar (todas novas para mim). Os alunos não aproveitam a oportunidade dada pela distribuição de elementos de avaliação ao longo do semestre, e muito menos reconhecem o esforço que o professor faz no sentido de os levar um pouco mais além. Tenho de me proteger um pouco mais, pois daqui por um ano é suposto estar a terminar uma tese (uma miragem, mais do que qualquer outra coisa). Por agora há que acabar com a correcção das últimas provas, tratar de milhentas tretas burocráticas e pensar na mala que daqui por uma semana tem de estar pronta.