Dos meus dias

Viver consiste em construir recordações futuras. (Ernesto Sábato)

durante a minha ausência

Deixe um comentário

Foi sensivelmente há 2 semanas que deixei aqui a última marca dos meus dias. De lá para cá todos os dias aconteceram coisas, mas, ou porque não as acho dignas de nota ou estou muito ocupada, cansada, desinspirada, ou outra coisa qualquer, os dias sucedem-se e nada ficou registado.

Nestes 15 dias dei muitas horas de aulas e fui várias vezes surpreendida pela incapacidade/dificuldade que muitos alunos têm em rentabilizar a Web (que consomem diariamente, em dose maciças) como espaço de aprendizagem. Fazê-lo implica mudar comportamentos e alguns não estão para isso porque dá trabalho.

Também tive algumas horas de aula na qualidade de aluna e da última vez saí de lá com a sensação de me terem amassado o cérebro. Uma breve troca de palavras com o meu orientador deixou-me tão, mas tão baralhada, que quase não conseguia raciocinar (deve ser isso que por vezes faço aos meus alunos). Entretanto já nos voltámos a encontrar e as coisas estão bem mais claras. Agora tenho até ao dia 19 de Junho para escrever o primeiro capítulo da minha tese, o que vai implicar muito mais disciplina do a que tenho tido até agora, pois também vou ter de ir para o terreno recolher dados, para além das aulas que tenho de dar.

Comemorei o meu aniversário, mas só porque a minha irmã não achou bem a minha ideia de só voltar a fazer anos depois de acabar o Doutoramento. O B-day coincidiu com a tal aula esgotante, pelo quando de lá saí apetecia-me tudo menos comemorações. Mas o D. levou-me a comer um maravilhoso peixinho grelhado (e até comeu comigo e tudo – os sacrifícios que se fazem por amor…) e as coisas lá se compuseram-se. No dia seguinte a minha família veio cá e foi muito bom ter [quase] toda a gente que é tão importante para mim em harmonia em minha casa.

E passei muito tempo de qualidade com o D., porque, por muito determinante que o Doutoramento seja para o meu futuro, há coisas das quais não quero abrir mão, sob pena do meu equilíbrio se desmoronar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s